Monthly Archives: Dezembro 2011

Nota

ela tenta gritar…ele não ouve…

não houve resposta…havia dor

ela já desisitira, ele viu o prejuízo…

ele correu atráz do tempo, não conseguiu

ela matou sua própria dor para tentar amar

ele veio com flores para camuflar o sorriso falso

ela tinha muito amor para dar, o engraçado que ele também tinha

mas era egoísta demais para oferece-lo…

na marra ela tirou seu coração e o matou, o sufocou com um beijo

ele nao respirava, mas vivia…como pode ter alguém que morre para viver e vive para morrer?

ela se questionava se o seu amor dado não era desperdiçado…

acontecia algo de inércia no seu corpo

algo no vento mudava ela de direção e ele a amava cada dia mais…

seu olhar era fiel como de um cachorro para o seu dono

a mulher não perdoa o fracasso e nem o desprezo…

ela era rainha e ele um bobo da corte…ele a fazia rir só que dessa vez

seu sorriso se murchou em lágrimas pesadas

entao ele virou em um palhaço triste .

acabou… e ela saiu feliz…não houve ferimentos

ela tenta grita…

Anúncios